O maior palestrante de vendas do Brasil: Marcelo Ortega

Palestras de vendas personalizadas com o renomado palestrante de vendas internacional

Marcelo Ortega é palestrante de vendas, com grandes clientes que contratam palestras de vendas. Conheça melhor o palestrante e suas palestras agora!


artigos na mídia
Artigos

E se sua equipe voltasse a vender como antes da crise



Tem muitos diretores de vendas que conheço que andam dormindo mal, pensando em novas estratégias para mudar o cenário. O Brasil está melhorando, bem lentamente, é verdade. Mas, não adianta a gente ficar perdendo o sono com novas ideias, se não pensarmos no que realmente importa nestes momentos de tantas variáveis no cenário econômico.

O único caminho que conheço, é trabalhar melhor. Não necessariamente mais, repito, trabalhar melhor.

Há 10 anos, estávamos num “boom” do mercado imobiliário. Juros a favor do mercado interno, dólar estável, empreendimentos imobiliários brotando em todo canto. O agronegócio pujante como sempre, fazia ainda mais pelo PIB, dada a nossa cultura de vanguarda no segmento e as novas tecnologias que já vinham sendo aplicadas nas lavouras. O Brasil vendia bem pra dentro e pra fora. Depois dos escândalos na política, lavamos à jato todo o crescimento conquistado. Perdemos mercados e o tempo das coisas importantes nos negócios. Não me refiro a oportunidades externas. Falo em termos de renovação nos nossos negócios, no modo como víamos o futuro. Ninguém esperava um coronavírus nos dias de hoje. Mas ele colocou as empresas de turismo a beira da falência e destruiu a confiança de investidores. Quem não quebra neste mundo agora? Aqueles que tem diversificação de suas receitas. Vendem bem em outros segmentos e caminhos. Mudam a perfil do produto e do cliente dependendo da situação. Em 2014, carros usados vendiam mais que carros novos. Peças e serviços crescem como nunca, porque as pessoas não estavam em condições ou confiantes em fazer upgrades de seus automóveis, e por isso consertavam seus velhos ou partiam para um upgrade entre os usados mais novos que os seus.

Lojas multimarcas resistiram, novos comércios neste setor abriram. Muita gente, no entanto, quebrou, por manter a sua postura e estratégia, esperando milagres, melhoras repentinas. Ficamos 6 anos reclamando da crise e vimos no que deu.

Neste ano, que aliás ainda está no início, bem no início, já que passamos agora pelo evento que determina que o Brasil já pode trabalhar, temos que prever novas crises, antecipar soluções, trabalhar no futuro para competir.

Quem estiver a frente, sendo mais ágil, criativo para inovar, propor o que a maioria não está pensando em fazer, vai se destacar.

A essência da disrupção não está na tecnologia, mas na sua proposta de valor. Se não tem valor para agora, nem para o futuro, não é disruptivo e não resolve a vida de ninguém.

Aprendi nestes 20 anos no segmento de palestras, que não basta falar o que pensa, é preciso ser o que fala e pensar diferente sempre. A maior parte dos conselhos que dei há 10 anos não servem hoje. Certamente, esse artigo não servirá amanhã.

Apenas no aspecto de que precisamos repensar o básico, unir coragem com preparo para criar soluções e mudar o leme de nosso veleiro, durante o trajeto, sem perder o olhar em nossas metas e objetivos, que também podem e devem se ajustar. Não morra na praia, como quem pensa como há 2, 5 ou 10 anos. Pense numa coisa que ninguém pensou e simplesmente a desenhe como algo bom para todos que vendem e compram. Se esta coisa faz você se diferenciar e sua equipe vibrar, por ter valor percebido, isso é trabalhar melhor.

Lembre-se que inovação, mudança comportamental, atitudes positivas, técnicas e habilidades se criam com bons treinamentos. Todos precisamos deles. Todo treinamento é importante, mas alguns são melhores.

Talvez as mudanças que você fazia e o modo como investia na sua equipe ou carreira era o que lhe fazia vender muito mais antes e lhe fará retomar o sucesso, agora e amanhã.

Viva a mudança, a formação, os treinamentos e a coragem de mudar.


© Marcelo Ortega 2020.

Está com alguma dúvida?
Fale Comigo no WhatsApp!